No dia 10, somos nós e nós mesmos para defender o país e a população

0
54

Amanhã, 10/11, temos a obrigação de ir para as ruas defender nossos direitos trabalhistas que estão sendo roubados por uma quadrilha que tomou o Brasil de assalto das mãos de um governo eleito de forma legítima e democrática pelo voto popular.

Nossos direitos, conseguimos com muita luta ao longo de anos, nos custou muito caro. Nossas conquistas são recheadas com a honra de milhares de brasileiros e brasileiras que lutaram muito para isso acontecer. A tarefa que nos cabe agora é honrar a memória dos que lutaram e entregaram suas vidas para que a gente pudesse chegar até aqui e não deixar que esta história tenha um fim.

Devemos lutar para reagir aos inimigos ladrões e corruptos do nosso país que golpearam a nação, nossa soberania, a democracia, destruíram direitos e conquistas da classe trabalhadora, vão acabar com o direito a previdência social, estão entregando nossas estatais ao capital privado a preço de bananas. A Justiça Federal, o Ministério Público e a Polícia Federal lavaram as mãos para o Brasil e assistem tudo calados deixando a população refém de uma quadrilha. Um congresso formado por uma maioria fascistas que representam o capital, receberá sua paga da população em 2018.

Agora somos nós e nós mesmos para defender o país e a população. O momento só nos impõe esta condição. Ou luta ou se acovarda diante de bandidos. Creio que vamos lutar, somos a maioria e vamos lutar para recuperar tudo que é nosso. O Brasil é nosso, nossas conquistas também. O sonho de uma pátria livre e soberana com trabalhadores e trabalhadoras respeitados deve prevalecer com a nossa luta e pelas nossas mãos.

PARTICIPE DO DIA 10/11 – DIA NACIONAL DE LUTA CONTRA A REFORMA TRABALHISTA, PREVIDENCIÁRIA, TRABALHO ESCRAVO E TODOS OS DESMANDOS NO PAÍS.

 PROGRAMAÇÃO

5h – Paralisação em todas as bases

 11h – Caminhada no Campo Grande

Haverá paralisações e caminhadas em Salvador, região metropolitana e no interior estão localizadas regionais da CUT-BA, além de atos na porta da Justiça do Trabalho e Previdência Social e debates em praças.

Vista seu vermelho, traga sua bandeira, faixa, cartaz, pinte a cara para a luta pois vale tudo para defender o país.

Escreva seu comentário