Em Petrolina e Juazeiro, Ato em defesa do Rio São Francisco uniu organizações, movimentos e sociedade civil

0
70

Chamar a atenção da sociedade e dos dirigentes públicos para a necessidade de preservação do Rio São Francisco. Este foi o objetivo do Ato Cultural “Todos pelo Velho Chico”, realizado na última sexta, 06, em Petrolina e Juazeiro. Durante o evento, foram realizados shows musicais, manifestações culturais, prestação de serviços públicos, além de depoimentos e manifestos de apoio ao Rio São Francisco.

O ato foi organizado pela Frune/CNU, em parceria com Movimentos Populares, Entidades de Classe, Frente Parlamentar em defesa do Rio São Francisco (Nacional e Regional), Igrejas, ONG’s, Representantes e Dirigentes Públicos, entre outros. A atividade teve início, às 15h, com uma concentração na Concha Acústica da Catedral, em Petrolina, logo após os participantes seguiram em passeata pelas ruas de Petrolina, terra do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. Ao fim do cortejo, foi realizada uma benção ao Rio, queima de fogos e travessia em barcos para se juntar aos demais participantes em Juazeiro, onde acontecem as atividades culturais, prestações de serviços e os shows das diversas atrações musicais.

“Realizamos um grande evento unindo as cidades que possuem uma relação histórica com o Rio. Juazeiro, Petrolina e Sobradinho, bem como todo o Vale do São Francisco encontram-se em áreas estratégicas e, mais que isso, as cidades possuem uma simbologia”, destacou Raimundo Lucena, Presidente da Frune.

Programação e Atrações – No espaço conhecido por Vaporzinho, em Juazeiro, foram realizados serviços públicos da secretaria de saúde de Juazeiro (glicemia, medição de pressão arterial e outros serviços). A secretária de Ação Social orientou os cidadão sobre o programa Bolsa Família. Já a Secretaria de Meio Ambiente realizarou a distribuição de mudas. Paralelamente, have espaço infantil, fanfarras, exibição de trabalhos escolares relacionados ao Rio, apresentações teatrais e manifestações culturais. O evento contou  com a participação de artistas regionais, representantes públicos e membros da sociedade que lutam, defendem e preservam o Rio São Francisco.

A atração principal ficou por conta de Targino Gondim e sua banda, que tem uma identidade com a defesa do Rio São Francisco.  Os participantes  desfrutaram, ainda, do som animado dos meninos do Matingueiros e do grupo Percussivo Baque Opará. Eclético, o Ato levou Jazz regional com o Outrio. João Sereno e Sandro Cordas completam as atrações.

“Procuramos montar um repertório de atrações diversificada, mas todas com uma identidade regional. O público teve um evento de qualidade musical ímpar, aliado uma dose de cultura nordestina e bastante sensibilização sobre a importância de preservação do Velho Chico”, destacou Paulo de Tarso, presidente da CNU.

Autoridades presentes – Além de centenas de dirigentes sindicais de todo nordeste, o Ato reuniu parlamentares comprometidos com a defesa do rio e contra a privatização da Chesf. O Senador Humberto Costa (PT/PE) ao lado de dezenas de deputados Federais e Estaduais do nordeste, em conjunto com vereadores e lideranças políticas dos municípios deram o tom dos discursos durante o Ato. A atividade foi prestigiada também por dezenas de dirigentes de entidades sindicais e ligadas a luta em defesa do Rio. “Nos orgulhamos em ter realizado um grande evento, marcado, sobretudo pelo tom plural na participação dos setores políticos e institucionais.

A Frune, em nome do Movimento amplo em defesa do Rio São Francisco, agradece a população de toda região que prestigiou o evento. “Esta foi uma oportunidade para cada cidadão do nordeste, em especial os da região do Vale do São Francisco, que tem amor pelo Rio manifestar seu sentimento e, dessa forma, chamar a atenção do país para a preservação do Velho Chico”, concluiu Tarso.

812 9 11 14 15613

 

Escreva seu comentário