Em Paulo Afonso, índios ocupam Chesf contra privatização

0
227

No início da manhã desta terça-feira (20), integrantes do Movimento Sem Terra (MST), ocupam o Complexo de Usinas da Chesf, em Paulo Afonso.

O ocupação é para protestar contra a privatização da estatal, implementada pelo presidente Michel Temer. A Polícia Militar (PM) está no local e fez um cordão de isolamento. Foi lançada uma bomba de efeito moral, para tentar dispersar os manifestantes.

Os trabalhadores do complexo estão na portaria da usina de Capuxu e foram orientados a não entrarem na localidade. Na entrada da usina Piloto, no Bairro Alves de Souza, policiais também fazem a segurança.

Escreva seu comentário