Em nome da ganância, Coelba desativa o COD de Barreiras

0
454

T udo em nome do dinheiro. Nem mesmo o desenvolvimento da educação regional e o apoio comercial e industrial da região foi levado em conta pela Coelba para desativar o Centro de Operações e Distribuição – COD – de Barreiras. Até final de junho toda estrutura e inclusive trabalhadores terão que ir para Salvador. Entendemos que esta é uma postura radical da direção da empresa no meio do ano.

A decisão afeta diretamente cada trabalhador envolvido, já que desorganiza a estrutura de convívio e relação familiar. Além disso, do ponto de vista da economia e da prestação de serviços na região há perdas irreparáveis. O COD Barreiras sempre foi uma referência, contribuindo para a excelência dos serviços da empresa na região.

A lógica de maximizar o lucro em detrimento da qualidade é o cartão de visita do novo acionista majoritário. Primeiro as demissões injustificadas, agora a redução dos investimentos e o esfacelamento da estrutura de atendimento. O jeito espanhol de gerir o negócio leva em conta apenas o lucro. Pouco importa as pessoas e a qualidade dos serviços.

O Sinergia vai solicitar da Coelba um posicionamento formal sobre a situação, inclusive com explicações sobre o impacto que esta medida irá ter sobre os trabalhadores e própria economia regional. “Esta situação será levada para outras esferas. Não podemos admitir que ações desse tipo sejam tomadas sem nenhum diálogo”, lamentou Regino Marques diretor do Sinergia.

Escreva seu comentário