Eletricitários marcam presença no 2 de julho

0
152

Os eletricitários baianos não deixaram passar em branco a insatisfação com a ameaça de privatização das empresas do grupo Eletrobras. Ao lado de diversos movimentos populares e sindicatos classistas, o Sinergia levou sua mensagem no cortejo do dois de julho.

A comemoração do dia 2 de julho é uma celebração às tropas do Exército e da Marinha Brasileira que, através de muitas lutas, conseguiram a separação definitiva do Brasil do domínio de Portugal, em 1823. Neste dia as tropas brasileiras entraram na cidade de Salvador, que era ocupada pelo exército português, tomando a cidade de volta e consolidando a vitória.

Ao lado de diversas categoria os eletricitários  vivem momentos de resistência contra a entrega do setor elétrico nacional ao capital estrangeiro. O Governo do golpista Michel Temer está fazendo um grande estrago, sobretudo no que se refere a nossa soberania. Mas, apesar de toda insistência dos setores reacionários, continuamos firmes na luta em defesa de um país livre e soberano, preservando suas riquezas e setores estratégicos para o desenvolvimento.

A fundamental união entre A CUT, o Sindipetro, Sincotelba, Sinergia, Sindae realizou um dos mais significativos desfiles durante caminhada do 2 de Julho em um dos momentos tão importante para reforçar a força que vem do povo para luta por uma sociedade mais justa e democrática para todos brasileiros e brasileiras.

 

 

 

 

Escreva seu comentário