Eletricitários baianos dizem não à Reforma da Previdência

0
164

Luta dos movimentos populares, sindical e da sociedade garantiu recuo do governo golpista

Organizados pelo Sinergia, os eletricitários baianos aderiram a luta em defesa da nossa Previdência, ameaçada pela reforma proposta pelo  ilegítimo Michel Temer. A mobilização em todo deu resultado positivo, já que a proposta acabou sendo retirada da pauta pelo golpista do Congresso Nacional.

“Esta é uma conquista da luta dos movimentos. A retirada da Reforma mostra que a nossa luta da resultado sim. Devemos comemorar com o gosto de missão cumprida”, salientou Paulo de Tarso, coordenador do Sinergia.

Milhares de trabalhadores  de diversas categorias mandaram o recado aos que insistem em retirar direitos. Foi uma forte demonstração de união e garra contra a nefasta reforma da Previdência, que mantém  privilégios de alguns e prejudica a maioria da população brasileira, que não conseguiria se aposentar se a medida fosse aprovada, como queria Temer.

A proposta do governo golpista aumentaria o tempo de contribuição previdenciária de homens e mulheres e poderia até diminuir o valor do benefício, entre outras medidas prejudiciais. Na prática, seria um atentado contra os direitos de milhões de trabalhadores  urbanos e rurais, que contribuem a vida inteira com o INSS para garantir um futuro com o mínimo de recursos no bolso.

Na Bahia, os eletricitários baianos participaram das ações do Sinergia, que mantém sua tradição de sindicato classista e de luta. Em Paulo Afonso, Juazeiro, Conquista, Feira, Sobradinho e em Salvador houveram ações organizadas pelo sindicato. “Precisamos manter a pressão e nossa categoria em papel fundamental nesta lurta”, destacou Paulo.

 

 

Escreva seu comentário