Chesfianos da Bahia aprovam proposta da Eletrobras

0
155

Após uma ampla avaliação nas assembleias de todas as bases do estado, os chesfianos da Bahia aprovam, por unanimidade, a proposta de ACT apresentada pela Eletrobras para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT 2018/2019). A Direção do Sinergia avaliou junto com os trabalhadores a conjuntura e os aspectos do acordo, levando em conta todas as possibilidades em decorrência das decisões a favor e contra, chegando ao consenso de aprovar a proposta.

Apresentada durante a 6ª rodada de negociação ocorrida no último dia 20/06, a proposta da Eletrobras garante reajuste de 1,69% pelo INPC no salário e nos benefícios a partir do mês de maio e a manutenção de todas as cláusulas do atual ACT – exceto as cláusulas referentes à política de transferência e às férias. Esta última cláusula foi adaptada à nova legislação, permitindo que as férias sejam parceladas em até três vezes.

Confira o resumo dos principais itens da proposta:

• Reajuste salarial de 1,69% a partir de 01/05/2018;

• Reajuste dos benefícios em 1,69% a partir de 01/05/2018, no que couber;

• Abono dos dias de greve;

• Retirada da Cláusula Décima Oitava do ACT 2016/2018 – Política de Transferência;

• Alteração da Cláusula Trigésima Sexta do ACT 2016/2018 – Parcelamento de Férias – de forma a adequá-la à legislação vigente.

• Estabelecimento de Instrumento individual de Acordo Coletivo por empresa distribuidora, a ser firmado com a direção de cada empresa e com anuência da Diretoria da Eletrobras.

• Acordo Coletivo pelo período de 12 meses (vigência de 01/05/2018 até 30/04/2019).

• Manutenção das demais cláusulas do ACT e Termo de Compromisso 2016/2018 Nacional.

• Renovação das Cláusulas pactuadas nos Acordos e termos específicos vigentes.

• Suspensão do indicativo de greve por tempo indeterminado.

A direção do Sinergia reconhece a luta e o empenho de cada chesfiano neste momento extremamente adverso. Seguimos na luta contra o processo de privatização do sistema Eletrobras. “Esta foi uma importante batalha. Precisamos manter as baterias carregadas para impedir que a Chesf e as demais empresas do Sistema Eletrobras sejam privatizadas”, destaca o diretor do Sinergia Raimundo Luceno, parabenizando toda categoria chesfiana da Bahia.

Escreva seu comentário