Audiência pública na ALBa será realizada nesta terça (17)

0
75

Por articulação do Sinergia e iniciativa dos deputados Zó (Pc do B), Maria Del Carmen e Paulo Rangel (PT), será realizada nesta terça, 17, a Audiência Pública na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). O objetivo da atividade é debater amplamente os impactos da privatização da Chesf e do Rio São Francisco.

Pela importância, o Sinergia convida todos os chesfianos para estarem presentes. Além dos chesfianos, o sindicato está articulando a presença de diversos setores atingidos por uma possível privatização, entre eles, os povos indígenas, comunidade ribeirinha, atingidos por barragens, pequenos agricultores, comerciantes, entre outros. “Temos que ampliar muito esse debate. A Chesf é uma empresa que faz parte da história no nordeste do país, emprega milhares de pessoas. Sua privatização resulta em grandes prejuízos, o maior deles, empobrecimento da nossa região e a privatização por consequência das águas do Rio São Francisco ”, destaca Raimundo Lucena, presidente da Frune.

Para esta Audiência, o Sinergia pretende sensibilizar o maior número de parlamentares baianos no sentido de mostrar o quanto a Chesf impulsiona o desenvolvimento econômico do Nordeste. A empresa é geradora de emprego e renda, além disso, é fundamental na preservação do Rio São Francisco, e ao longo da sua história tem tido uma preocupação com o uso múltiplo de suas águas.

“O que pretendemos através dessa audiência é fazer com que a população de um modo geral, através de seus representantes públicos, se conscientize sobre essa medida do governo federal, que trará grandes perdas para os nordestinos em diversos aspectos, especialmente para o Rio São Francisco”, frisa Lucena, reforçando o convite para os chesfianos participarem da atividade.

Escreva seu comentário