Sinergia cobra mais avanços na negociação com a Coelba

    0
    239

    Após muita negociação – junto com a Intersindical – para alcançar números melhores na pauta unificada com a Neoenergia, os dirigentes do Sinergia se reuniram nesta quinta, 10, com a Coelba para mais uma rodada da campanha salarial. Neste encontro, a bancada sindical foi enfática em cobrar avanços nas cláusulas sociais consideradas importantes para o conjunto da categoria.

    Durante a reunião, que se estendeu até as 21h40, a Coelba não apresentou propostas que resultassem no fechamento de mais cláusulas. Os representantes do Sinergia na messa foram  insisivos que era necessário um esforço maior da empresa afim de garantir um ACT justo. Neste sentido, alguns ensaios foram realizados, mas que não tiveram consenso entre as partes.

    Sem os avanços necessários, o Sinergia cobrou que a Coelba apresente novas respostas para as cláusulas ainda pendentes na próxima reunião, agendada para o próximo dia 16/11, em Salvador. Como saldo desta reunião, cinco cláusulas foram acordadas em mesa, são elas: 11ª – Gratificação de Férias; 24ª – Programa Farmácia;  40ª – Assédio Moral 41ª – PLR e 44ª – Penosidade, que teve avanço no percentual para 6%.

    “Nesta rodada, conseguimos garantir ampliação na penosidade, que representa uma conquista financeira para os trabalhadores que a possui. A Coelba, entretanto, não aceitou nossos outros pedidos na mesa. Nossa expectativa é que a empresa traga outras respostas para as contrapartidas do sindicato na próxima negociação e colabore com a construção de um ACT justo para a categoria coelbana”, frisou o coordenador da campanha José Paixão.

    Programação – Nesta sexta, 11, a direção do Sinergia vai reunir os trabalhadores, em todo estado, para uma assembleia de caráter informativo. A assembleia se soma às ações dos eletricitários na Greve Geral contra a perda de direitos imposta pelo governo ilegítimo de Temer.

    Confira o resumo de todas as cláusulas até esta rodada:

    dfgdgdfg